WWW.SURF.ACE.ST

SHODOWNLOADS COM QUALIDADE


    incríveis propriedades terapêuticas do Noni e do Marupazinho...

    Compartilhe

    martinha
    Admin
    Admin

    Feminino
    Número de Mensagens : 1310
    Idade : 22
    Localização : debaixo da ponte
    Emprego/lazer : adm;www.surf.ace.st
    Humor : so alegria
    Data de inscrição : 06/11/2007

    incríveis propriedades terapêuticas do Noni e do Marupazinho...

    Mensagem por martinha em Ter Mar 10, 2009 9:02 am

    incríveis propriedades terapêuticas do Noni e do Marupazinho...


    Planta Noni - Morinda citrifolia L - Rubiaceae




    Plantas
    NONI - Morinda citrifolia L - Rubiaceae

    Originária da Malásia, essa erva tem sido utilizada há mais de 2.000 anos na Polinésia, China e Índia. Seu nome significa "planta que cura a dor". O fruto da árvore de noni é conhecido há muitos séculos como fonte de alimento. Os primeiros habitantes da Polinésia o consumiam durante épocas de fome. Durante a Segunda Guerra Mundial, os soldados estacionados nas ilhas tropicais aprenderam com os nativos daquelas ilhas a comer o fruto de noni para manter a força.
    Nas últimas décadas, essa planta vem sendo pesquisada profundamente por diversos cientistas e universidades do mundo inteiro, visando aplicações nas mais diversas áreas da saúde: cancerologia; cardiologia; estresse e fadiga; diabetes; e tabagismo, entre muitas outras. São mais de 100 aplicações terapêuticas, incluindo o uso veterinário, que vem apresentando bons resultados. Nos Estados Unidos, as propriedades medicinais desse arbusto vêm sendo estudadas desde 1993 pelo pesquisador e médico Ralph Heinicke, que listou seus componentes químicos e definiu seus benefícios para o organismo dos seres vivos.

    Outros Nomes Populares: morinda.

    Outros Idiomas: noni (alemão), noni (espanhol), noni (francês), noni (inglês), noni (italiano).

    Descrição Botânica: Árvore sempre verde com 10 metros de altura. Possui um caule tubular de cor branca. Suas folhas são opostas, de cor verde brilhante, textura coriácea, formato elíptico, acuminada, crenada e cuneiforme na base com estípulas. Suas flores são aromáticas, radiais, dispostas em inflorescências globosas densas e tépalas (é tépalas mesmo, com t) fundidas de coloração amarelo-esbranquiçadas. Seu fruto é uma esfera de 2.5 a 3.5 centímetros de diâmetro, de cor verde clara, coberto por pequenas protuberâncias, com diversas sementes.
    Composição Química: Xeronina, proxeronasa, serotonina, nodamnacantal, antraquinonas, caratenóides, morindina, terpenos, esteroles vegetales, sitosterol, glicosídeos, alizarina, ácido ursólico, ácido capróico, mationina, isoleucina, lisina, fenilalanina, treonina, triptófano, valina, histadina, morindadiol, rubiadina, magnésio, carbonato, proteína, sódio, morindona, soranijidol, hierro, fosfato, ácido caprílico, alcalóides, acetim glucoP, aspaperulósido, vitaminas, cofactores, clororrubina, alanina, arginina, cisteina, cistina, glicina, glutamato, tirosina, prolina e serina.

    Partes Usadas: Folhas, Frutos.

    Propriedades Medicinais: Analgésica, Anestésica, Antidiabética, Antiinflamatória, Hipotensora.

    Usos
    culinária: O fruto é consumido "in natura" com sal, ou cozido junto com curry.

    beleza: O emplastro das folhas é utilizado para tratar diversos problemas da pele.

    saúde: Tratamento da malária, diabetes, disfunção da pressão arterial como a hipertensão, dor nos olhos, artrite e infeções internas.

    Contra-Indicações: Gestantes, mulheres em tratamento pra engravidar e nos casos de cólicas menstruais ou menstruação prolongada.

    MARUPAZINHO - Eleutrine plicata Herb. Iridaceae


    Sinonimia - Marupaí, palmeirinha, coqueirinho.

    Planta herbácea, até 30 cm de altura, rizomatosa e bulbosa sendo os bulbos vermelhos. Folhas verticiladas, linear, lanceoladas, enrugadas, com nervuras longitudinais. Inflorescência em panículas de flores brancas.

    Origem - Comum na Amazônia.

    O decoccto da raiz é adstringente, anti-diarréico, anti-inflamatório , anti-hemorroida.
    Utilizado em gargarejo para inflamação da garganta sendo útil no tratamento da hemorróidas sendo que neste caso bebe-se o chá e banha-se com ele a área afetada.
    É também utilizada com sucesso na amebíase, principalmente quando sobrevem a cólica. Porém sua grande reputação se deve a ser um eficiente anti-diarréico, e anti-desintérico, sendo nestes casos utilizado a decocção do bulbo sendo que, também se usa ralar o bulbo e coloca-lo em infusão obtendo-se os mesmos resultados.
    No caso de diarréia infantil a recomendação é de um bulbo médio para cada xícara de chá devendo misturar ao mesmo uma colher de açúcar ou mel de abelhas e uma pitada de sal evitando-se assim a desidratação servindo uma colher (sopa) a cada 5 minutos até que surta o e efeito esperado.

    A partir de 4 anos, pode-se usar 2 bulbos por xícara de água e beber o conteúdo de uma em uma hora ou duas em duas horas.


    Composição química - Sapogenina esteroidal.


    Cultivo - Se propaga pelos bulbos laterais que nascem a partir do principal, pegando assim facilmente. Não é exigente em solos.


    _________________
    SE GOSTOU COMENTE AGRADEÇA ISSO INCENTIVA O SERVICO DO UPLOAD VLW NAO DOI

      Data/hora atual: Sex Dez 02, 2016 4:50 pm